Publicidade
Luto

IML confirma identidade dos mortos em acidente trágico em Doutor Ulysses; velório será coletivo

(Foto: Reprodução)

O Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba confirmou a identidade das seis vítimas do grave acidente no fim da tarde deste domingo (13), entre Doutor Ulysses e Cerro Azul, na região metropolitana de Curitiba. O velório coletivo das vítimas está previsto para começar às 23 horas na quadra de esporte do Colégio Salto Grande do Turvo - Barra do Teixeira. A Prefeitura de Doutor Ulysses decretou luto oficial de três dias, por causa das mortes.

Lista das vítimas

Eliziane Timoteo Cordeiro, 36 anos, do lar

Valdomiro dos Santos, 64 anos, lavrador

Lucas Timoteo Cordeiro, 18 anos

Assis Rosner Cavalheiro, 40 anos, autonomo

Joao Maria Rosner, 52 anos, agricultor

Rosenilda Almeida de Oliveira Ferreira, hospital, 33 anos. lavrado

A caminhonete que levava 30 pessoas despencou em um ribanceira na PR-092, entre Cerro Azul e Doutor Ulysses, ambos municípios da Região Metropolitana de Curitiba. O ponto exato do acidente fica no km 10 da PR-092, na serrinha de Doutor Ulysses. 

Dez feridos ficaram em estado grave, de acordo com a PRE. Todas as vítimas foram transferidas para três hospitais de Curitiba: Mackenzie Evangélico, Cajuru e Trabalhador.  Outras 20 pessoas também feridas chegaram a ser levadas ao Hospital Municipal de Cerro Azul, que fica aproximadamente a 50 km de distância do local do acidente. Ali, receberam os primeiros atendimentos, antes de serem transferidas para a capital. Havia crianças e idosos entre as vítimas. A maior parte dos feridos mora em Cerro Azul, segundo a Secretaria de Saúde daquele município.

Em entrevista ao RPC TV, o dono da caminhonete que despencou de uma ribanceira na Região Metropolitana de Curitiba, no domingo (13), Luiz Cavalheiro, afirmou que teve um "pressentimento esquisito" e não foi ao culto junto com os 30 fiéis que estavam no seu veículo. Seis pessoas morreram no acidente, entre elas o filho, o neto e o irmão de Cavalheiro."Desisti de ir nos últimos dez minutos". A Polícia deve ouvir o depoimento de Cavalheiro nesta terça-feira (15) em inquérito para apurar o acidente trágico. 

A caminhonete apresentava várias situações irregulares, de acordo com as informações da Polícia Rodoviária Estadual (PRE-PR). Entre elas, o licenciamento do veículo e carteira vencida do motorista, que foi uma das vítimas fatais do acidente. Conforme a PRE, além das irregularidades já citadas, houve ainda o transporte de passageiros em compartimento de carga do veículo. As vítimas estavam retornando de um culto da Igreja Assembleia de Deus e eram moradoras da região conhecida como Teixeira. Foram confirmadas as mortes de Assis Rosner Cavalheiro, Lucas Rosner Cavalheiro, Eneziane Terezinha Timoteo, Waldomiro dos Santos, João Maria Rosner e Rosenilda Almeida de Oliveira. 

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES