Publicidade
Falso Negativo

Operação que apura fraudes na compra de testes para Covid cumpre mandados no Paraná

Imagem meramente ilustrativa
Imagem meramente ilustrativa (Foto: Franklin de Freitas)

Deflagrada nesta quinta-feira (2 de julho) em sete estados, a Operação Falso Negativo, que apura fraudes na compra de testes para Covid-19, atinge também o Paraná. Em todo o país, estão sendo cumpridos 74 mandados de busca e apreensão em este estados diferentes. Só no Paraná são nove mandados desse tipo, em endereços de Maringá, no norte do estado, São José dos Pinhais e Curitiba, na RMC.

De acordo com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), empresas de medicação e apartamentos dos sócios das empresas estão sendo 'visitados' por agentes da lei no Paraná. A suspeita é de que essas empresas superfaturavam a aquisição de insumos, além de utilizarem marcas imprestáveis para a detecção eficiente de Covid-19 ou de baixa qualidade nessa detecção.

As investigações apontam que o somatório do valor das dispensas de licitação sob investigação supera o valor de R$ 73 milhões. Há suspeita de cometimento de crimes como lavagem de dinheiro, cartel, fraude a licitação, corrupção ativa e passiva e organização criminosa.

Em nota, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal disse que os testes adquiridos foram testados e aprovados pela Anvisa.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES