'Balde de água fria'

Pachequinho critica decisão da arbitragem e diz que Coritiba sentiu o gol anulado. Veja vídeo

Árbitro verifica no monitor do VAR o lance do gol de Giovanni Augusto, que acabou anulado
Árbitro verifica no monitor do VAR o lance do gol de Giovanni Augusto, que acabou anulado (Foto: Valquir Aureliano)

O auxiliar Pachequinho comandou o Coritiba na derrota para o Bahia, nessa segunda-feira (dia 16). Na entrevista coletiva pós-jogo, ele lamentou o gol anulado pela arbitragem e afirmou que a equipe sentiu nesse momento.

Para ele, o árbitro errou ao não marcar falta em Neilton, no lance do segundo gol de Giovanni Augusto na partida, que acabou anulado. “Foi falta no Neilton”, disse. “O árbitro errou ao anular o gol”, declarou. “A equipe sentiu, se desestabilizou”, comentou. “Foi um balde de água fria”, afirmou. “Pedimos para o time avançar a marcação, mas a equipe recuou e o Bahia teve facilidade para trabalhar a bola”, analisou.

Pachequinho também lamentou os desfalques. “Perder dez jogadores com Covid dificulta muito o trabalho. Mas os jogadores que entraram lutaram o tempo inteiro”, afirmou.