Publicidade
Mercado da bola

Paraná Clube espera pagamento de 500 mil euros por Jhonny Lucas

Jhonny Lucas
Jhonny Lucas (Foto: Divulgação/Sind-Truiden)

O Paraná Clube ainda aguarda um pagamento de 500 mil euros pela venda do volante Jhonny Lucas, 20 anos, para o Sint-Truiden. O jogador foi vendido em agosto de 2019. Segundo informações do presidente do clube brasileiro, Leonardo de Oliveira, a equipe belga adquiriu 90% dos direitos econômicos do jogador por 1 milhão de euros. O contrato prevê o pagamento em duas parcelas, cada uma de 500 mil euros. A primeira parcela já foi paga, segundo o dirigente brasileiro.

Segundo Leonardo de Oliveira, o segundo pagamento deveria ter ocorrido em 30 de março. “É um clube belga, mas administrado por holding na Ásia. E a paralisação pelo coronavírus ocorreu antes lá. Estamos buscando ainda isso. Há relatos de vários clubes ao redor do mundo com esse problema (atrasos em pagamentos). Mas temos um prazo que nos dá muita tranquilidade”, comentou, em transmissão ao vivo pelo Youtube.

O dirigente explicou que, como garantia, o Paraná Clube manteve 50% dos direitos de Jhonny Lucas. Essa porcentagem só será transferida para o clube belga após o pagamento da segunda parcela.

O jogador ainda não estreou na Bélgica. Ele chegou a ficar no banco em duas partidas, mas não entrou em campo. O Sint-Truiden é o 12º colocado do Campeonato Belga (Jupiler Pro League).

A Liga da Bélgica tem tradição em comprar barato e vender caro — clique aqui para ler mais.

Jhonny Lucas foi a 22ª maior compra entre os participantes da competição na temporada 2019/20 — clique aqui para saber mais.

Por causa do coronavírus, a competição foi declarada encerrada, com o Club Brugge como campeão, após 29 rodadas disputadas, uma antes do final da primeira fase. Ao contrário da maioria dos países europeus, a Bélgica não adota os pontos corridos e usa um sistema de fase de classificação com playoffs.

OUTRAS PERGUNTAS
Durante a transmissão no Youtube, o presidente do Paraná Clube também falou sobre dívidas pagas pelo clube e sobre os boatos da construção de um novo estádio. No entanto, ele não respondeu perguntas enviadas por torcedores. Muitos queriam saber sobre a negociação para a terceirização do departamento de futebol com o grupo TSI.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES