Série B

Paraná Clube pode mudar meio time para enfrentar ‘inimigos íntimos’

O zagueiro Rafael Lima e o volante Kaio
O zagueiro Rafael Lima e o volante Kaio (Foto: Divulgação/Paraná Clube/Rui Santos)

O Paraná Clube enfrenta o CSA, nesta terça-feira às 19h15, na Vila Capanema, pela 34ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O técnico Márcio Coelho estreou com derrota contra o Náutico e pode mudar ‘meio time’, ou seja, até cinco peças em relação ao último jogo.

O lateral-direito Paulo Henrique, o zagueiro Rafael Lima e o volante Karl estavam suspensos por cartões amarelos contra o Náutico e podem retornar. A quarta mudança é a saída do extremo Gabriel Pires, que jogou como médio-centro na última partida. Ele está suspenso.

A quinta alteração pode ser o retorno do volante Kaio, que renovou contrato e volta a ficar à disposição da comissão técnica.

O volante Luan segue em recuperação e ainda é dúvida para a partida.

ESQUEMA TÁTICO
Contra o Náutico, Márcio Coelho armou o Paraná no esquema tático 4-1-4-1, com Meritão como único volante. A linha do meio-campo tinha Andrey (esquerda) e Thiago Alves (direita) como extremos, além de Bressan e Pires centralizados. O ponta Andrew ficou improvisado como lateral-direito e o zagueiro Hurtado, como lateral-esquerdo.

Coelho pode manter a equipe no 4-1-4-1 com Karl ou Kaio na posição de único volante, com Higor Meritão jogando centralizado na linha de quatro, ao lado de Renan Bressan. Outra opção é utilizar o 4-2-3-1, com dois volantes e Bressan centralizado na linha de três, entre dois extremos.

PROVÁVEL ESCALAÇÃO
Dessa forma, a provável escalação é Renan; Paulo Henrique, Rafael Lima, Fabrício e Hurtado; Karl (Kaio); Higor Meritão, Renan Bressan, Andrew (Andrey) e Thiago Alves; Bruno Lopes (Bruno Gomes).

INIMIGOS ÍNTIMOS
No primeiro turno da Série B, o Paraná perdeu por 4 a 0 para o CSA, em Maceió. Ainda sob o comando do técnico Allan Aal, o time paranaense sofreu nas mãos de ‘inimigos íntimos’ — três jogadores que já atuaram pelo clube da Vila Capanema.

O centroavante Paulo Sérgio, 31 anos, marcou três gols naquela partida. Pelo Paraná Clube, ele disputou 22 partidas e marcou seis gols em 2013.

O ponta Rodrigo Pimpão, 33 anos, participou de três gols naquela goleada, com bons cruzamentos. Ele foi revelado na base do Paraná e ficou no clube até 2010.

O meia Nadson, 31 anos, também participou de um dos gols daquele jogo. Ele atuou pelo Paraná em 2018 e 2016.

OUTROS CONHECIDOS
O CSA conta com outros velhos conhecidos. O goleiro reserva é Thiago Rodrigues (32 anos), que defendeu o Paraná de 2008 a 2013, 2018 e 2019. Os zagueiros titulares, Rodolfo Filemon (26 anos) e Luciano Castán (31 anos), também já atuaram pelo clube da Vila Capanema.

O clube alagoano ainda com os zagueiros Cleberson (28 anos, no Athletico-PR de 2011 a 2017) e Alan Costa (30 anos, ex-Coritiba), o lateral-direito Norberto (30 anos, ex-Coritiba), o meia Gabriel (31 anos, ex-Coritiba) e o técnico Mozart (ex-Coritiba)

Cleberson está suspenso e não joga nesta terça-feira.

FASES
O CSA só sofreu uma derrota nos últimos oito jogos. Foram quatro vitórias e três empates nas demais partidas. Já o Paraná tem uma vitória nos últimos 15 jogos (dois empates e 12 derrotas).

PARANÁ x CSA
Paraná: Renan; Paulo Henrique, Rafael Lima, Fabrício e Hurtado; Karl (Kaio); Higor Meritão, Renan Bressan, Andrew (Andrey) e Thiago Alves; Bruno Lopes (Bruno Gomes). Técnico: Márcio Coelho
CSA: Matheus Mendes; Norberto, Rodolfo Filemon, Luciano Castán e Diego Renan; Geovane, Gabriel e Nádson; Rafael Bilu, Rodrigo Pimpão e Paulo Sérgio. Técnico: Mozart
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Local: Vila Capanema, terça-feira às 19h15