Publicidade
Inusitado

Pesquisadores decifram piadas escondidas no famoso diário de Anne Frank

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Anne Frank colou duas páginas de seu diário com papel colante marrom, deixando um pequeno enigma sobre o conteúdo que a jovem judia, que não tinha ideia do quão famoso seu diário se tornaria, queria excluir.

Agora pesquisadores revelaram a resposta: piadas banais e suas ideias sobre educação sexual quando tinha somente 13 anos.

"Qualquer um que ler as passagens que agora foram descobertas não será capaz de esconder um sorriso", disse Frank van Vree, diretor do Instituto de Estudos da Guerra, Holocausto e Genocídio da Holanda.

As piadas "deixam claro que Anne, com todos seus dons, era acima de tudo uma garota comum".

Anne e sua família se esconderam por dois anos em um apertado anexo secreto acima de um armazém, junto a outros quatro judeus. Eles foram traídos e presos pelos nazistas em agosto de 1944.

O museu Casa de Anne Frank fotografou as páginas com uma câmera de alta resolução e iluminação em 2016. Depois, pesquisadores perceberam que o texto oculto era parcialmente visível e que softwares modernos poderiam decifrá-lo.

DESTAQUES DOS EDITORES