Publicidade

Ruas da capital pernambucana reúnem 50 mil pessoas, segundo manifestantes

RECIFE, PE (FOLHAPRESS) - Às 19h, uma multidão ainda caminhava na avenida Conde da Boa Vista, no centro da capital de Pernambuco, em protesto contra os cortes de recursos na Educação.

De acordo com os organizadores, o movimento chegou a ter cerca de 50 mil pessoas. A polícia não divulgou estimativa. Três trios elétricos espalhados puxaram palavras de ordem contra o governo e o presidente Jair Bolsonaro.

O pastor evangélico Kinno Cerqueira, 26, que faz mestrado em teologia com a bolsa Capes do governo Federal, disse que a manifestação desta quarta foi a de maior presença de jovens. "Isso é um sinal de que as consciências estão sendo despertadas para a realidade caótica para a qual o Brasil caminha."

Sem essa bolsa, ele disse que não conseguiria estudar. "Amigos meus que planejavam fazer o mestrado neste não estão arrefecidos. Minha bolsa iria ficar disponível para outra pessoa, agora ela vai sumir."

Para ele, a bancada política evangélica é motivo de "vergonha nacional". "Eles usam a linguagem religiosa para fins de alienação. Jesus propõe amor, Bolsonaro tem como carro chefe o ódio."

DESTAQUES DOS EDITORES