Beto Richa anuncia reajuste de 6,5% para o funcionalismo público estadual

20 abril, 2011 às 15:54  |  por Ivan Santos

O governador Beto Richa (PSDB) anunciou agora há pouco pelo twitter que o governo vai propor reajuste de 6,5% para os salários do funcionalismo público estadual. “É a maior reposição dos últimos anos, demonstrando nosso respeito pelos servidores”, afirmou Richa. A mensagem do Executivo deve ser encaminhada à Assembleia Legislativa na semana que vem, para ser votada até o final do mês, garantindo a aplicação do aumento já na folha de pagamento de maio.

O aumento será aplicado a partir do salário de maio para todos os funcionários da ativa e também para os aposentados. “Mesmo diante de todas as restrições financeiras do momento, esta é uma medida de respeito e valorização aos servidores”, afirmou o governador.

O percentual corresponde ao Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) registrado nos últimos 12 meses, medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O Estado tem 151 mil servidores ativos, 72 mil aposentados e 25 mil pensionistas e o impacto financeiro mensal do aumento na folha de pagamento será de R$ 47 milhões. O total da folha passa de R$ 740 milhões para R$ 787 milhões.

“Temos muito claro o papel do servidor como figura central na busca da eficiência na gestão pública e no atendimento qualificado ao cidadão”, afirma o governador, destacando que cumpre a legislação estadual que determina o mês de maio como data-base para a correção dos vencimentos.

O cálculo do reajuste e do impacto sobre as finanças do Estado foi feito pela Secretaria da Administração e da Previdência, em conjunto com a Secretaria da Fazenda, para garantir o respeito aos parâmetros da Lei de Responsabilidade Fiscal para os gastos com pessoal.

O teto de gastos é 49% da Receita Corrente Líquida (RCL). Em 31 de dezembro passado essa despesa já tinha chegado a 46%, o que corresponde a 93,88% do teto legal. Isso motivou o Tribunal de Contas do Estado a emitir um sinal de alerta ao Governo, para que as despesas não ultrapassem o chamado “limite prudencial”, um sub-teto de 46,55%.

No entanto, no primeiro trimestre deste ano houve crescimento da receita, o que permite o ajuste concedido dentro do limite legal. O índice proposto ficou acima dos percentuais concedidos nos últimos anos. Em 2007, os servidores do Paraná receberam reajuste de 3,14%. No ano seguinte, 5%. Em 2009, de 6%; em 2010, 5%.

17 ideias sobre “Beto Richa anuncia reajuste de 6,5% para o funcionalismo público estadual

  1. Pingback: Policial Civil

  2. tony

    Mas como o Beto está generoso, para quem diz que pegou o Estado quebrado, já arranjou dinheiro para aumentar o salário da funcionarada. Será que o Estado estava quebrado mesmo? Tony

  3. felipe

    Esperamos que esta generosidade do Governador também se estenda ao dissidios da policia civil, proveniente da PEC 64 que já foi publicada no DIÁRIO OFICIAL. Polcia de respeito é polícia bem paga.

  4. kody m. de carvalho

    não fez mais que a obrigaçaõ! se não queria responsabilidade não deveria ter se candidatado,ao governo!eu não entendo esses politicos, quase se matam durante a campanha,ai quando ganham!se fazem de marti,e agora vem querendo se fazer de amiguinho do funcionalismo publico? me poupe! essa ninguem engole!espero que nas proximas eleisões esse povo paranaense tenha aprendido a lição,de que votar é uma atitude séria!

  5. Ocmar

    Governo competente é outra coisa pegou o estado arrebentado de tanto roubo e consegue dar a maior reposição salarial da última década,e o tal enio veri da turma antiga,é aquele mesmo ta com uma inveja,agora é oposição né,quando era situação nunca fez nada pelo estado e agora fala asneiras como é de costume desses governinhos populistas.

  6. João

    Como podemos dizer, é uma obrigação moral para com os servidores. Tem que melhorar muito ainda. Pois os policiais civis ainda não receberam as resposições que o governo prometeu durante a campanha. No mais é aquilo, segue o mesma cartilha dos governos anteriores. Com exceção do Lerner que nunca dava nada, um dos piores para o funcionalismo. Tomara que o Beto siga os passos do seu Pai, um grande governador do funcionalismo e do Estado.

  7. Luciano

    Na verdade o governador não deu aumento nenhum de salário, isso é apenas a reposição do que a inflação do último ano já levou embora. Vamos ver se realmente o Sr. Beto Richa irá cumpriu com a “promessa” de valorizar a polícia paranaense com a implantação do subsídio para a PM, PC e para os Bombeiros paranaenses. Lembramos que a Assembléia manteve a aposentadoria para “ex governadores” alegando que isso é previsto na Constituição do Estado – ora, a PEC 64 agora prevê que a polícia deve receber “exclusivamente” por subsídio!!! Serão dois pesos e duas medidas???

  8. valdir santos

    Senhor Governador;
    Na década de 80 entrei para o quadro da Polícia Civil quando o falecido seu pai o senhor José Richa era Governador do Estado do Paraná, na época os profissionais da segurança eram bem vistos e remunerados, e assim sendo espero que no seu governo seja melhor ainda, pois estamos aguardando a regulamentação da PEC 64,já votada e aprovada pelos senhores Deputados, o que é um direito já adquirido desde 1998, pela Constituição Federal. obrigado.

  9. valdir santos

    O assim chamado reajuste de 6,5 por cento não representa reajuste de salário e sim apenas uma reposição da inflação do ano passado, portanto percentual já corroido pela inflação. Queremos, sim um reajuste verdadeiro, que valorize o policial e que lhe dê condições dignas de vida e sobrevivência. Estamos aguardando com expectativa e ansiosos pela regulamentação do subsídio, que já foi aprovado na Assembléia, e que portanto, já fazia parte da Lei Maior do nosso País, vamos cumprir a Constituição do Brasil, e honrar a palavra. obrigado.

  10. antonio

    É ainda não foi encaminhado para AL, para aprovação, e daí, será que sai na folha de maio? Estou quase duvidando disso, se fosse aumento para os parlamentares, ai sim já teria sido aprovado, quem sabe até recebido adiantado, más para funcionários, sei não,,,,,,,,,,,,kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  11. wanda lucia tavares moço

    o que eu penso a respeito de tudo que vem acontecendo neste estado, é que só falam de aumento da policia (tdas)e professores, mais devo-lhes lembrar que existem funcionarios em vários setores e que estão com salarios baixos, que tambem comem, bebem, pagam alugueres etc., portanto vale lembra-lo…

  12. Leonidas Kravetz

    Este reajuste esta muitíssimo aquém daquele que realmente merecem os servidores públicos, se compararmos com o que sempre é dado aos comissionados e políticos.
    É bom ir se pensando algo melhor para o ano que vem, principalmente para os aposentados e pensionistas; porque haja remédio, além do feijão com arroz!

  13. IZABEL ALVES

    GOVERNADOR O SENHOR AUMENTA O MINIMO REGIONAL DE UMA MANEIRA FABULOSA QUE AGRADOU A TODOS . SE BEM QUE NEM TODO PARANAENSE RECEBE PELO MINIMO DO ESTADO E SIM PELO NACIONAL. TA NA HORA DE SER OBRIGATORIO QUE SE ´PAGUE PRO PARANAENSE PELO MENOS O MINIMO DO PARANA. QUANTO O REAJUSTE DO SERVIDOR ISSO SIM É UMA VERGONHA…..

  14. Beth Navalha

    Acho uma vergonha este aumento!!Deveria é dar muito mais, pois estão esquecendo o aumento de 50% na folha de pagamento dos magistrados e também dos deputados. Queria ver o Betinho trabalhando pra valer!!!Isso não é nada!!!

  15. Adriano Ferreira

    Senhor governador, sabemos que o est. não está lá essas coísas em termos de finanças, mas o senhor poderia pelo menos ,além da reposição da inflação, dado de verdade um aumento de pelo menos mais 3.5% para perfazer o 10%,eita mão fechada véi??????????

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>