Recebendo, acolhendo, reconhecendo e agradecendo toda experiência sagrada na Terra.

Yoga e cura

Vazio – espaço de humanidade e cura

(Foto: Cristiane Gonçalves Martins)

Sensação de peito fadigado
Coração apertado, angustiado.

Parece que estamos envolvidos em uma gigante teia de aranha.
Alguns poetas dizem que tristeza traz poesia, para mim traz um vazio descompensador.

Um encontro de desencontros, um comer sem saber, uma vontade de abraçar só para esperar o tempo passar. Saudade de não sei quem, vontade de chegar não sei onde...

O vazio tem gosto de traição. Traição do tempo, das pessoas, do sentir ...
Nesse encontro do copo com o nada, preencher-se de não sei o que, acaba sendo o caminho...

Caminho, ah caminho...
Traçado por muitos, sonhado por tantos, nas poesias se torna banal quando se fala de “encontros”.

Retornei para mim, me perdi, voltei a buscar-me. Por tanto tempo procurando, me esqueci. Agora me resta, REcomeçar...

Era uma vez uma menina, linda, olhos castanhos, era dos filhos, a do meio. Já se pode imaginar. Ou se posiciona na vida ou precisa dar preferência as preferências alheias, respeito com quem vem antes, cuidados com que vem depois.

Mas da sua infância se alegrava, preferia voltar mil vezes a seus cadernos de poesia, que sair para badaladas. As melhores lembranças ainda fazem coleção em sua mente, com cheiro, cores e sensações, a deliciosa macarronada de sua mãe, embalada, ou melhor, misturada em um saboroso molho vermelho em uma bacia de alumínio, que hoje faz pouso com quem? Espera-se que a irmã mais velha, afinal, respeito com quem vem antes.

Ainda ontem pensei, que saudades terei para sentir do agora? Abri minhas páginas em branco e nelas o nada encontrei. Há que se pensar que alegria e viver se faz no agora, de nada adianta a prorrogação da vida, ela precisa manifestar-se no presente!
Se assim não o for, o que se presencia é o vazio, mas um vazio que ainda pode ser preenchido!

Quando a rotina se torna um cárcere mental a vida deixa de ter sabor...
O verdadeiro sabor, aquele que se delícia entre os dentes com gosto de “não se acabe agora”, está nas pequenas e simples atividades, ações e observações da vida!

Hoje acordei com saudades dela, da minha criança!

E você?
Quanto experiencia da sua criança interior?

Quando o viver é de verdade, liberta!
Quando a verdade se torna a compostagem do universo a vida acaba ficando mais leve…
Que nossas experiências em tempos difíceis seja a mais verdadeira, apesar de dolorida, afinal, flor e fruto precisam passar pela compostagem para se tornarem vida.

Outono, que possamos ter voos leves e conscientes para que quando aterrissarmos não percamos o encantamento de quem realmente somos: NÓS!

OM

Gratidão por estar aqui.
Espero ser contribuição em sua jornada, afinal, “milagres compartilhados são multiplicados”.
Em nosso Sagrado Compartilhar, NOS Curamos.
Sigo na conexão e no amor que nos une.

Angelita Lombarde Divino
Instrutora de Yoga e Terapeuta Integrativa
Guardiã do Movimento Sagrado Compartilhar
Canalizadora do Método RARA
Espaço Praticando o Amor - Yoga & Terapias Integrativas

https://instagram.com/angelitalombarde_yoga_terapias?igshid=1xdsabpcp9xo6

https://instagram.com/fragmentosdereconexao?igshid=gfd6mb1mq8rk

angelitalombarde@gmail.com

https://whats.link/praticandooamor

REFERÊNCIAS
Inspiração nas minhas experiências como aprendiz aqui na terra; nos meus alunos e consultantes; nas meditações e orações; nos meus professores internos e externos; na conexão com o sagrado que habita em mim, na vida, no universo, na terra, na natureza, em Deus!