por Flavio Rocha

Athletico

A superação do Furacão

Boas, amigos. O Athletico foi ao estádio Morumbi e empatou diante do São Paulo. Para as pretensões do time rubro-negro, um ponto soma para a busca do distanciamento da temida ZR. O jogo em si foi sofrível tecnicamente. De um lado, o Tricolor Paulista até tentou imprimir um ritmo de decisão no início do jogo. De outro, os comandados de Alberto Valentim, na base da raça e superação, segurando o ímpeto do adversário.

No entanto, o lance da falta de Reinaldo em Renato Kayzer foi determinante. O acontecido foi para cartão vermelho, pela forma violenta da entrada no tornozelo do atacante. O péssimo árbitro Leandro Pedro Vuaden não foi pelo menos revisar o lande no VAR e, consequentemente, manteve o jogador do time paulista em campo.

No restante do primeiro tempo e todo o segundo tempo, foi de um time aguerrido diante de um amontoado de jogadores paulistas. O Athletico tem ainda quatro jogos, dois em casa e dois fora da Baixada. Na soma, estarão em disputa 12 pontos. Portanto, somando basicamente mais quatro pontos, se livra do fantasma. A maratona de final de Brasileirão começa no domingo, na capital paulista, diante do Timão. Se demonstrar a mesma determinação pode até somar mais um ponto. O que valeu mesmo ontem, porém, foi a amostra de um grupo unido e fortalecido para buscar algo a mais neste final de temporada.