por Flavio Rocha

Athletico

O título da grandeza

Boas, amigos. No lendário estádio Centenário, em Montevidéu, o Athletico jogou para ser campeão. Com o seu futebol burocrático, sem empolgar, mas com a eficiência o time de Alberto Valentim encarou o energético com sua grandeza. E volta à Curitiba com o bicampeonato da Copa Sul-Americana.

Os invejosos de plantão comentam que é uma copinha qualquer, mas para a história fica marcado mais um título internacional. E quem agradeçe é cofre do Furacão, pois receberá uma bela quantia. Para os apaixonados torcedores, o que vale é ser campeão e estar hoje com um sorriso de orelha a orelha.

De volta à sua luta, o Athletico tem pela frente jogos dificeis no Brasileirão. Precisa somar no mínimo cinco pontos para ficar tramquilo e estar preparado para a batalha do Mineirão. E o jogão na Arena do Baixada na decisão da Copa do Brasil. Esse é o Club Athletico Paranaense, de um simples time que só participava das competições, para um grande clube do futebol brasileiro, que esta aí para conquistar e carimbar títulos.

E ontem (20/11) na transmissão de rádio web, www.radiotriodeferro.com.br, pudemos sentir a força da torcida do Furacão, que nos brindou com um grande número de acessos. Agora é soltar o grito de é BICAMPEÃO.