Dia da Reforma Protestante entra no calendário de eventos de Curitiba

19/05/17 às 19:13 SMCS
(foto: Divulgação)

Cristãos protestantes evangélicos de todo o mundo vão celebrar, no dia 31 de outubro, os 500 anos da Reforma Protestante. A partir deste ano, a data também passa a fazer parte do Calendário de Eventos do Município de Curitiba como Dia da Reforma Protestante. A assinatura do decreto de lei pelo prefeito Rafael Greca ocorreu nesta sexta-feira (19/5) e contou com a presença do vereador Doutor Wolmir, propositor da Lei Nº 15.022.

“As igrejas evangélicas reformadas compõem um quadro singular na história de Curitiba, contribuindo para a formação de nossa população, através de sua fé e de suas instituições educacionais”, destacou Greca. Segundo ele, esse importante papel das igrejas protestantes já justifica a inclusão do Dia da Reforma Protestante no Calendário de Eventos do Município.

Doutor Wolmir agradeceu a Greca por assinar o decreto e lembrou que as igrejas protestantes merecem este reconhecimento por seguirem princípios éticos e morais, sempre tendo como base a família cristã. “É um momento único para todos da comunidade cristã”, completou o vereador.

Representando as igrejas protestantes, o superintendente da Igreja Quadrangular do Campo Comprido, pastor Rogério Amorim, parabenizou Doutor Wolmir pela iniciativa de propor a lei  e também o prefeito por assiná-la. “Graças a um homem (Martinho Lutero), há 500 anos, o mundo mudou e vamos comemorar em outubro este momento único da história dos cristãos”, completou.

 

História

O dia 31 de outubro de 1517 é uma data importante para os cristãos protestantes/evangélicos de todo o mundo. Quando o monge católico Martinho Lutero, da ordem de Santo Agostinho, fixou suas 95 teses na porta da Igreja do Castelo, em Wittemberg (Alemanha), ele estava conclamando o povo e os eruditos a repensarem o modo como interpretavam e viviam o cristianismo.

Lutero combateu vários desvios doutrinários de sua época praticados pela Igreja Católica, como a venda de indulgências, e traduziu a Bíblia para o alemão, dando acesso a ela à população. A coragem de Lutero o levou a sofrer excomunhão por meio de uma bula editada pelo papa Leão X, que foi queimada em praça pública. Assim, ele rompia de vez o elo com a Igreja Católica.

Atualmente, há quase 1 bilhão de protestantes no mundo e várias denominações como os luteranos, os pentecostais, os presbiterianos, os metodistas e os batistas.

 

Presenças

Também estiveram na cerimônia o secretário municipal do Governo, Luiz Fernando Jamur; os vereadores Thiago Ferro e Osias Moraes; o presidente da Igreja do Evangelho Quadrangular do Paraná, pastor Irineu Rodrigues; o presidente da Igreja Evangélica de Confissão Luterana, pastor Odair Braun; o presidente do Sínodo Paranapanema, Heinz Egon Lowen; o bispo Aroldo Martinez, da Igreja Universal e vice-presidente da Aliança Evangélica da Rússia; o coronel Abrão Marmoude, do 6º Grupamento de Bombeiros; o tenente-coronel Ricardo Silva, comandante do 3º Grupamento de Bombeiros Curitiba Norte; e o major Diogo Rodrigues, do 1º Grupamento de Bombeiros. 

Blogs
Ver na versão Desktop