Publicidade
Tempestade

Chuva forte na Grande Curitiba deixa ruas alagadas, derruba árvores, suspende show e invade hospitais

A tempestade, com ventos e granizo, que atingiu Curitiba e Região no início da noite desta quarta (18) causou alagamentos em diversos bairros da Curitiba, entre eles Centro, Rebouças, Boa Vista, Pilarzinho, Guabirotuba, Jardim das Américas, Água Verde, Boqueirão, Fazendinha. O alerta laranja para tempestades na região, emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) continua até às 23h59 desta quinta (19). Segundo o Simepar, foram mais de 21 mm de chuva na Capital em apenas 15 minutos.

Durante a noite, a Defesa Civil de Curitiba chegou a pedir que os motoristas evitassem passar pelo cruzamento das ruas Ângelo Sampaio com Getúlio Vargas, no Água Verde, onde havia um ponto grande alagamento. Na Mateus Leme, perto do Shopping Mueller, também estava alagada, assim como a Visconde de Nacar. A Rua Flávio Dallegrave tinha pontos de alagamento próximo a R. Prof. Brandão, no São Lourenço.  Aliás, o show com Whitesnake, Europe e Scorpions, que acontecia na Pedreira Paulo Leminski, no Abranches  foi interrompido até que a chuva amenizasse e uma das bandas, a Europe, praticamente não se apresentou. Veja o balanço: Defesa Civil divulga balanço parcial

22 dicas para garantir a segurança antes, durante e depois de tempestades

Vários semáforos da cidade ficaram apagados, entre eles: Av Winston Churchill com as ruas José Rodrigues Pinheiro x Leão Nicolas x Mário Gomes Cezar x Arif Kudri; André Ferreira Barbosa x Arif Kudri; Arifi Kudri x Mal Otávio  e naa região do Terminal do Cabral.

Hospitais e supermercados- O telhado do Hospital Nossa Senhora do Rocio, em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, não aguentou a força da chuva de granizo e a água entrou na recepção. Também entrou água no Hospital Erasto Gaertner, no Bacacheri. No Hospital Nossa Senhora das Graças a água invadiu parte do berçário. Quem fazia compras no Condor Champagnat também teve correr para não se molhar, já que a chuva invadiu o local. No Festval das Mercês, o telhado também não aguentou a chuvarada e despencou.

Shopping, universidade e colégios - Á água invadiu também a praça de alimentação do Shopping Estação, no Centro da Cidade. Vários colégios também foram prejudicados, tanto particulares quanto públicos. O campus Jardim das Américas da Universidade Federal do Paraná (UFPR) teve as aulas suspensas porque várias salas ficaram alagadas. 

Sem energia- Segundo a Copel, até as 20 horas de quarta, eram 40 mil domicílios sem energia em Curitiba, principalmente em Santa Felicidade e bairros da região Sul, Tatuquara, Caximba e Pinheirinho.

Campo Largo - Com relação as fortes chuvas do início desta noite a Prefeitura de Campo Largo informa:

Três Casas Hospitalares do município – Centro Médico Hospitalar, Hospital do Rocio e o Hospital do Centro, também Rocio – estão sob controle através dos esforços dos servidores, médicos e apoio das equipes municipais da Defesa Civil de Campo Largo;

O Corpo de Bombeiros, até o momento, informa seis situações emergenciais, sendo que quatro já foram contidas;

A Defesa Civil visita durante toda esta noite os pontos vulneráveis de alagamentos

Apesar das fortes chuvas, as equipes da Cocel estão a postos e as linhas de transmissão de energia se mostraram resistentes, com assistência das equipes de plantão na cidade e no interior;

O Rio Cambuí apresentou a maior vazão em toda sua história, em alguns poucos minutos, mesmo estando em obras. Não aconteceu nenhum alagamento nos pontos onde tradicionalmente ocorriam, havendo, entretanto, grande fluidez nas proximidades do Parque Newton Puppi, onde as obras públicas ainda não iniciaram;

A Guarda Municipal, até o momento, recebeu 60 solicitações através do Aplicativo da GM e do 199;

A Defesa Civil está disponibilizando lonas emergenciais para quem precisar;
Amanhã haverá uma reunião emergencial no gabinete do Governo Municipal para se avaliar a extensão dos estragos e apoiar, da melhor maneira possível, todos que necessitarem;

A equipe da Prefeitura também estará em estado de alerta durante toda esta noite. A Cocel ressalta que estará de plantão nas ruas da cidade, com reforços de mais duas equipes para atender as emergências.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES