Publicidade
Lucas Olaza

Ex-jogador do Athletico ganha 'carta-monstro' no Fifa 20

(Foto: Reprodução/ Futbin)

Com passagem sem maior destaque pelo Athletico Paranaense entre os anos de 2014 e 2015, o uruguaio Lucas Olaza, de 25 anos, virou uma das novidades do game de futebol Fifa 20 na última semana, quando a EA Sports, responsável pelo jogo, lançou no modo Fifa Ultimate Team (FUT) cartas especiais de jogadores, chamadas Shapeshifters - na prática, são cartas de jogadores fora de suas posições comuns, como o lateral-esquerdo Marcelo, do Real Madrid, jogando de meia-atacante, ou o zagueiro David Luiz, do Arsenal, como volante.

Lateral-esquerdo de origem, Lucas Olaza, cuja carta normal tem 75 pontos de habilidade (o máximo que um atleta atinge no jogo é 99), ganhou uma carta especial na qual a posição de jogo do uruguaio é volante. O nível dessa carta, disponível nos chamados Desafios de Montagem de Elenco (DMEs) por aproximadamente 120 mil moedas virtuais (Fifa Coins), é 86.

Jogador do Celta de Vigo, da Espanha, Olaza já realizou 23 jogos na atual temporada, com um gol marcado e três assistências. De acordo com o site WhoScored, é o sétimo melhor de seu clube em desempenho, apresentando nota média de 6,71. A temporada do time, no entanto, não é boa: 17º colocado, apenas dois pontos a frente do Mallorca, primeiro time na zona de rebaixamento.

No futebol brasileiro, o jogador teve poucas oportunidades. Contratado como uma grande aposta pelo Athletico, em 2014, chegou a ter seu contrato renovado após participar de nove jogos na temporada (seis pelo Campeonato Brasileiro e três pelo Paranaense). Antes, já havia se destacado nas seleções de base do Uruguai e no River Plate de Montevidéu. 

Em 2015, porém, acabou perdendo espaço com o então comandante rubro-negro, Claudinei Oliveira, e rescindiu o vínculo com o clube paranaense no meio daquela temporada. Na ocasião, o titular da lateral rubro-negra era Natanael, enquanto Willian Rocha acabou ocupando a condição de reserva imediato.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES