Publicidade
Os bichinhos estão em alta

Não há crise que abale o mercado pet no Paraná

(Foto: Divulgação)

Perda do poder de compra da população, desemprego em alta, União, Estados e Municípios quebrados, crise política e crise econômica. Os problemas no Brasil são muitos. Mas ainda assim um setor passa quase que incólume pelo momento de turbulência que o país atravessa. É o mercado pet, voltado aos animais de estimação, que segue em alta no Paraná e trazendo cada vez mais novidades aos consumidores.

Vem aí a terceira edição Parada Pet. Confira a programação completa

Parada Pet vira uma das maiores feiras de adoção do Paraná

Como escolher a ração ideal para o seu animal de estimação?

Nossos bichinhos estão cada vez mais humanos. E a alimentação deles, também

Parada Pet promove concurso 'Cara de um, Focinho de outro' no Museu Oscar Niemeyer

Maior e melhor do que nunca, Parada Pet vira propulsor do mercado animal

Proprietário da Nikko Distribuidora, referência no mercado de distribuição de medicamentos e produtos veterinários, Fabio Hideki Assaki atua há 20 anos nesse ramo - começou no varejo e há uma década atua na distribuição. Segundo ele, há pelo menos 10 anos o setor vem em crescimento constante.

“Na recessão, inclusive, mais que dobramos de tamanho, e isso só nesses últimos três anos. A crise sempre existiu, mas no nosso setor quase que passou despercebido”, comenta o empresário.

Segundo ele, diferente dos outros mercados, o segmento voltado para animais de estimação vem numa “ascensão natural” por conta do estilo do brasileiro, um povo mais afetivo e que também costuma ter mais cuidado com o seu pet. “É uma onda que começou nos Estados Unidos, hoje líder no mercado, e que agora chegou aqui. As oportunidades que existem são muito grandes. O Brasil é o país que tem mais oportunidades (no ramo pet) pela questão da humanização dos animais”, explica.

Como exemplo do quanto o setor tem crescido nos últimos tempos, Assaki aponta os avanços tecnológicos, que segundo ele deram umpulo muito grande em pouco tempo. Prova disso é que se até pouco tempo produtos diversos eram adaptados para que pudessem servir ao mercado pet, hoje já são feitos especificamente para quem atua no ramo ou precisa de algo para seu animal.

“No nosso caso temos o antipulgas Bravecto, com tecnologia altíssima e desenvolvido justamente para o mercado pet. Antigamente tinha de pegar produtos agropecuários e adaptar. Hoje já tem um produto específico para o setor, com eficácia altíssima e segurança muito grande. Tivemos um salto, realmente, e isso traz um valor agregado, crescemos como mercado. Os produtos se valorizam e conseguimos ter um ganho na questão econômica”, aponta.

Doutor Pet

Nas duas edições da Parada Pet realizadas até aqui a Nikko Distribuidora marcou presença. E no próximo fim de semana não será diferente. A empresa contará com o maior estande do evento e ainda terá um outro, à parte, exclusivo para a marca Bravecto. Além disso, a empresa também está ajudando o evento a trazer novamente Alexandre Rossi, o Doutor Pet. “É uma figura importantíssima do ponto de vista mundial. Tem programa de TV aqui e nos Estados Unidos e é um dos maiores influenciadores com relação à parte de educação, comportamento. Vem como uma estrela, reconhecido de forma mundial”, comenta Assaki.

Serviço:
Terceira edição do Parada Pet
Data: 28, 29 e 30 de junho
Local: Parcão do Museu Oscar Niemeyer (Rua Mal. Hermes, 999 – Centro Cívico)
Evento oficial: https://www.facebook.com/events/344058622900256/
Entrada Gratuita
Classificação Livre
Apresentação: Casa do Produtor
Realização: Agência 302, Planeta Brasil Entretenimento e T2.
Facebook: @eventoparadapet
Instagram: _parada_pet

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias