Assembleia em chamas

18/10/12 às 00:00 por Fernando Tupan - tupan@jornaldoestado.com.br

Na segunda-feira o deputado estadual Cleiton Kielse (PEN) acusou colegas de parlamento de pertencerem a uma suposta “Máfia do Pedágio”. Citou nominalmente os nomes do presidente da Assembleia Legislativa, Valdir Rossoni, o 1º secretário Paluto Miró (DEM), o líder do governo Ademar Traiano (PSDB) e Ney Leprevost (PSD).
A denúncia foi uma bomba no plenário da casa. Leprevost e Kielse trocaram acusações e ameaças na segunda. Rossoni alertou que se Kielse não provasse, a casa legislativa iria ter o 1º deputado cassado da história. O presidente disse que a CPI do Pedágio não foi instalada em julho passado “devido ao trâmite de documentos”. Traiano e Miró não entraram na discussão.
Kielse diz ter documentos que provam o envolvimento dos citados. Leprevost afirmou que a denúncia não deveria ser levada a sério por partir que alguém que nem paga o IPTU da residência onde mora em Curitiba. Até o momento o deputado estadual do PEN não entregou à imprensa os papéis que comprovariam a “Máfia do Pedágio”. Ele por enquanto faz jogo de cena para pressionar.
O deputado Nelson Luersen (PDT) disse que fará o requerimento para a instalação da CPI do Pedágio. Na próxima semana Luersen deverá correr atrás de pelo menos 18 assinaturas. Mas para encurtar o tempo, Kielse deveria divulgar os papéis. Para deixar transparente a acusação.

Centrão
A derrota de Luciano Ducci (PSB) na eleição de 7 de outubro levou alguns vereadores eleitos a discutirem a atuação na próxima legislatura. Alguns parlamentares estudam a possibilidade da criação de um bloco denominado Centrão – que indicaria o próximo presidente da Câmara Municipal de Curitiba, sem interferência direta do prefeito que será eleito no dia 28 de outubro.

Prevenção
A posição de montar o bloco é por prevenção, afirma um dos participantes. Os vereadores temem que o próximo prefeito resolva manter uma base com até 26 vereadores. Na terça-feira, o candidato Gustavo Fruet, durante entrevista para o Paraná TV 2ª Edição, disse que pretende ter na Câmara Municipal uma base com no máximo 26 parlamentares. Ratinho Junior ainda não se pronunciou sobre o assunto. Mas deve manter essa média.

Alfinetada
Ratinho Junior rotulou os ministros Paulo Bernardo (Comunicações) e Gleisi Hoffmann (Casa Civil) de petistas de gravata na entrevista de ontem no Paraná TV 2ª Edição, da RPC. O candidato questionado pelo jornalista Sandro Dalpicolo falou não ser contra o PT da presidente Dilma, apenas do PT dos petistas de gravata. Nos últimos dias comerciais de Ratinho criticam o apoio do PT ao adversário. 

Neutro
Quinto partido mais votado na eleição para prefeito em Curitiba no 1º turno, o PSOL resolveu manter-se neutro no 2º turno. O ex-candidato Bruno Meirinho prefere o partido na oposição. A adesão para a legenda significaria um retrocesso na opinião dos militantes de esquerda.

CPI para pesquisas
Os erros de análise dos institutos de pesquisa na eleição do dia 7 de outubro poderá ser tema de uma Comissão Parlamentar de Inquérito no Congresso Nacional. O deputado federal André Figueiredo, líder do PDT na Câmara, está recolhendo assinaturas para criar uma CPI para investigar se há manipulação nos levantamentos eleitorais. Para instalação da CPI é necessário o apoio de 1/3 dos parlamentares.

Erros graves
André Figueirdo (PDT-CE) justifica a necessidade da abertura da CPI devido aos erros generalizados nos pleitos da Paraíba, Piauí, Paraná, Pará e Ceará. Para o pedetista, o levantamento é “um poderoso elemento de marketing na campanha eleitoral: o candidato mais bem avaliado nas pesquisas muitas vezes usa esses números para desmoralizar os oponentes durante as campanhas, e convencer eleitores indecisos a votarem nele.”


Lousa interativa   
O governador Beto Richa sancionou a lei que proíbe a utilização de aparelhos sonoros no interior de veículos de transporte coletivo intermunicipal, sem fone de ouvido. A lei é de proposição do deputado Caíto Quintana. **** O presidente do nanico PEN, Fernando Francischini, anunciou apoio à candidatura de Ratinho Junior no 2º turno das eleições municipais. Ontem mesmo gravou depoimentos para serem apresentados no horário eleitoral. **** Ratinho Junior foi até o Sindicato da Polícia Civil e apresentou as propostas na área da segurança. O candidato promete entregar 450 câmaras de monitoramento em diversos bairros da cidade e criação de unidades móveis da Guarda Municipal. **** Gustavo Fruet (PDT) apelou a todos os colaboradores da campanha, militância e simpatizantes para não sujarem a cidade de Curitiba no dia da eleição. O candidato recomendou que o material de campanha – santinhos, jornais e adesivos – que não forem distribuídos sejam entregues nos comitês eleitorais da coligação Curitiba Quer Mais. **** O senador Sérgio Souza (PMDB) desafiou o senador Roberto Requião (PMDB) e irá apoiar o candidato Gustavo Fruet no 2º turno. A posição pode ser uma estratégia dos peemedebistas com relação às eleições internas que acontecerão no dia 27 de outubro. **** As desapropriações de imóveis urbanos ocupados por assentamentos irregulares serão aceleradas em casos de utilidade pública. O governo enviou para a Câmara de Deputados projeto de lei para ampliar a oferta de imóveis regulares destinados à população de baixa renda. **** O ministro Joaquim Barbosa, relator da Ação Penal 470, o processo do mensalão, indicou nesta quarta-feira (17/10) que irá condenar José Dirceu, ministro-chefe da Casa Civil do primeiro governo Lula, por formação de quadrilha. Ao iniciar seu voto no último capítulo do processo analisado pela corte, em diversas passagens o relator ressaltou provas que mostram, em suas palavras, a “ascendência” de Dirceu sobre o grupo que planejou e colocou em prática o mensalão.

Leia mais notícias no
SITE: www.bemparana.com.br/tupan
TWITTER: @fernandotupan  
FACEBOOK: @ Fernando tupan

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Últimas de Coluna do Tupan
Coluna do Tupan Redefinição de forças
Coluna do Tupan Movimento
Coluna do Tupan Relações
Blogs
Ver na versão Desktop