Café de comer BitCoffee chega ao Paraná

Chega ao Paraná uma inovação gastronômica brasileira que vem criando um hábito de consumo até então desconhecido, o de comer café. O produto é BitCoffee, café de comer produzido a partir do processamento de café 100% Arábica Premium, torrado e moído. A marca estreia na região através de ponto de venda em Francisco Beltrão, na cafeteria Minni Café, localizada na Rua Maringá, 1227.

O mix de produtos BitCoffee engloba as linhas convencional e zero do café de comer, nos sabores Espresso, Cappuccino e Café com Leite. O confeito é uma experiência gastronômica inusitada. Na primeira mordida, o consumidor acredita que é um chocolate, mas não é, o produto é feito 100% de Arábica Premium e não contém glúten. Além do Creme de Café, também disponível na versão convencional e zero nos sabores Espresso e Cappuccino.

“Cada vez mais os consumidores buscam por produtos diferenciados, pensando nisso o varejo aposta em uma série de mudanças para atender este público tão exigente. Nossa proposta traz algo inédito, um hábito de consumo jamais visto. O café de comer é isso, novo conceitual, experimental e comercialmente falando”, comenta Pedro Melo Jr, CEO da Cafene Innova. Ele explica que a massa de café, chamada de Cafene, é uma matéria-prima que inspira experiências gourmets incríveis. “E já nos preparamos para apresentar ao mercado diversos produtos baseados neste conceito a curto, médio e longo prazo”, complementa o executivo.

Além da inovação alimentar, BitCoffee tem cunho social. A Cafene Innova firmou parceria com a EuReciclo com solução de logística reversa de embalagem para contribuir com a redução dos impactos na natureza, e apoio à ADID –Associação para Desenvolvimento Integral do Down-, revertendo parte das vendas à entidade que atua desde 1989 educando, preparando e incluindo pessoas com Síndrome de Down no mercado de trabalho.