Publicidade
Segurança

Operação Natal vai se concentrar também no combate às drogas

Guarda e Polícia Civil juntas
Guarda e Polícia Civil juntas (Foto: Divulgação)

Treze pessoas suspeitas de tráfico foram presas na operação Centro Histórico sem Drogas, deflagrada na segunda-feira em conjunto pela Secretaria Municipal de Defesa Social e Trânsito e pela Polícia Civil. Foram dois meses de investigação feita pelo setor de inteligência da Defesa Social e pelo 1º Distrito Policial (DP).
O trabalho da segunda-feira foi uma preparação para a Operação Natal da GM, que reforça o efetivo nos pontos com grande aglomeração de pessoas e onde o comércio ficará aberto até mais tarde.
“Agora a Guarda Municipal vai continuar fazendo um trabalho ostensivo nas praças da cidade e, nos próximos dias, lançamos a Operação Natal, que neste ano tem o lema de Centro Histórico sem Drogas, para que a gente possa dar mais segurança ao curitibano”, pontua o secretário Rangel.
Para a Operação Natal, as equipes serão reforçadas e contarão com 190 novos guardas municipais que estão terminando o curso de formação.
Operação
A quadrilha desmantelada na segunda-feira tinha a participação de homens e mulheres (algumas gestantes), cada um com função específica no crime. Além dos 13 presos, que foram indiciados por tráfico de drogas e associação ao tráfico, três integrantes da quadrilha estão foragidas.
O delegado Danilo Zarlenga pontua que essa foi apenas a primeira fase da operação conjunta entre as forças de segurança. “Nosso trabalho de repressão ao tráfico na região vai continuar”, disse.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES