Metropole

Publicidade
Prevenção

Visando controle do Sarampo, Saúde realizou verificação obrigatória de 80 carteiras de vacinação em empresa de Araucária

Quando ocorre um caso suspeito de Sarampo, o protocolo das equipes de Saúde é mapear locais onde a pessoa esteve e encontrar outras pessoas que tiveram contato com ela. Na última semana, a investigação de um desses casos levou uma equipe de saúde de Araucária a uma empresa na região do Thomaz Coelho, área de muitas indústrias e, por consequência, de muita circulação de pessoas. A equipe realizou a verificação obrigatória da carteira de vacinação de 80 pessoas, contatos que tiveram proximidade à pessoa suspeita de ter adquirido Sarampo. Esta situação é mais um alerta para mostrar que pessoas que não estão em dia com a vacina precisam se proteger.

No caso da verificação obrigatória da carteira de vacinação, prática também chamada de ‘bloqueio’, quem não tem registrado as doses corretas conforme a idade é encaminhado para vacinação em unidades básicas. Essa ação também pode ocorrer em escolas, residências, igrejas e outros locais se necessário. Todos os casos suspeitos da doença são acompanhados por equipe de saúde e as ações, como a vacinação rotineira e a intensificação realizada nas UBS (quando necessária), contribuem para o controle do Sarampo.

Araucária já teve o atendimento na UPA de um caso de Sarampo confirmado (este morador de Curitiba). Outros três casos suspeitos de Sarampo estão sob investigação no município.

CAMPANHA - A próxima etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, de 18 a 30 de novembro, tem como público-alvo os jovens de 20 a 29 anos que não estão em dia com a vacina. Este grupo é considerado pelo Ministério da Saúde como um dos com maior vulnerabilidade à doença. Quem tem até 29 anos precisa ter duas doses confirmadas da vacina. Em Araucária, a vacinação ocorre em todas as unidades básicas de saúde (urbanas e rurais). É muito importante levar a carteira de vacinação a uma UBS para que os profissionais da Saúde verifiquem se todas estão em dia.

Os casos de Sarampo vêm mobilizando as equipes de Saúde de todo o país para intensificar a vacinação de quem não está em dia. A vacina é o único meio eficaz de proteger contra o sarampo, doença que é transmitida pelo ar (respiração, tosse, fala, espirro) e que pode ser contraída em qualquer idade (se a pessoa não está protegida pela vacina). Para a vacinação é importante não esquecer de levar à UBS a carteira de vacinação e um documento de identificação com foto.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES