Arquivos da categoria: Mobiliário

Camas plataforma e colchas envelope!

22 maio, 2013 às 10:55  |  por Bruna Martins

Muitas pessoas apreciam as camas mais baixas, com o colchão embutido

Geralmente estas camas são feitas com laterais em madeira, as chamadas camas plataforma

nestes modelos de camas, as colchas que envolvem o colchão são chamadas colchas envelope

As únicas considerações importantes sobre este estilo de cama é a altura final do colchão, agradável ao deitar

E o espaço em volta da cama para circulação, com as laterais em madeira prolongadas, o ambiente deverá ser amplo!

Pode-se optar por ter a cama encostada em uma parede ou no meio do espaço, com uma circulação atrás, para acesso ao armário, etc.

E Nessas opções de cama baixa a colcha envelope sempre fica linda!

O rodapé recuado traz mais leveza ao móvel

Os criados e painél de cabeçeira geralmente acompanham a altura da estrutura da cama

Em quartos com camas de solteiros, a cama embutida com colcha envelope tras mais otimização ao espaço

Para colocar mais uma cama abaixo, gavetas, etc

Para as camas suspensas a colcha envelope é a melhor opção

Em sofás-cama o modelo também é muito bem vindo

A colcha pode ter detalhes que valorizem o sofá!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cozinhas Coloridas

3 abril, 2013 às 09:00  |  por Bruna Martins

Que tal apostar em cores vibrantes na cozinha?

Deixar os armários tradicionais com mais personalidade

Qual cor combinar mais com o espaço, piso, paredes, etc

e com os eletrodomésticos, com os materiais impermeáveis usados nos tampos

Usar materiais alternativos nos acabamentos, acrílicos, vidros coloridos, etc

Misturar duas cores também fica ótimo!

Ainda mais quando uma cor é bem chamativa, apostar em outra neutra na combinação favorece!

E os tons neutros, usados em conjunto também chamam a atenção

Para quem não quer arriscar muito, a cor pode estar somente na parede!

Ou com a parede totalmente sem cor, no branco

E também o preenchimento por completo do espaço com a mesma cor transforma totalmente o ambiente, impactante!

da série cadeiras renomadas: Le corbusier

22 fevereiro, 2013 às 09:00  |  por Bruna Martins

Le Corbusier foi um dos principais arquitetos do século XX,  formulando uma nova “linguagem arquitetônica” referencial para os arquitetos até os dias de hoje.

Além de suas obras, era um grande urbanista.

Escreveu livros sobre arquitetura e desenhou algumas peças de mobiliário,

sendo a Chaise Le corbusier - abaixo - uma de suas peças mais famosas

Nas peças, destaca-se o uso de tubos metálicos e couro como na peça Lc1, abaixo

Algumas peças foram feitas em parceria com Jeanneret e Charlotte Perriand, como os modelos B301, B306 e B302, datados de 1928

Suas peças são encontradas hoje em lojas que valorizam o design renomado,

Suas cadeiras são encontradas até em miniaturas colecionáveis, como a cadeira b302, abaixo

Já a poltrona Lc2 é muito encontrada hoje em dia em escritórios, mesmo quase um século depois de sua criação

Existem ainda, várias outras peças do autor como sofás mesas e banquetas

 

 

 

 

um pouco de terror!

7 fevereiro, 2013 às 09:00  |  por Bruna Martins

Para quem gosta de objetos e móveis assustadores!

que tal este tapete de banheiro com pigmentação vermelha parecendo sangue?

E esta vela? queimando os neurônios!

este e mais alguns objetos no thinkgeek.com

E esta cadeira que representa um estômago?

Projetada pelo designer chines Cao Hui, a cadeira for cortada em algumas partes para exibir suas entranhas!

Uma colcha de dar medo…

Desenhada pela designer têxtil Melissa Christie, até o nome é engraçado: “Never sleep Alone Bed Set”,

traduzindo: jogo de cama Nunca durma sozinho!

Uma parede ensanguentada!

Estes sangrentos papéis de parede foram criadas pela equipe de design da Pixers, e ganhou sua inspiração de Roman Polanski. Existem vários projetos diferentes dentro da coleção, mas este de respingos de sangue contrastando com uma parede branca limpa é aterrorizante!

e até no jardim, uma tragédia! Os queridos gnomos se transformaram em zumbis!

este e mais alguns objetos no etsy.com

cadeiras dobráveis – escultura na parede

5 fevereiro, 2013 às 09:00  |  por Bruna Martins

As cadeiras dobráveis criadas pelo studio de design americano Piloto//Wave são de pendurar na parede!

Penduradas em uma linha ondulante quando não estiverem em uso, os projetistas Matthew Burke e Kyle Kennedy pensaram em ocupar o menor espaço possível quando armazenadas.

O exclusivo sistema de armazenamento também serve como uma instalação de arte quando as cadeiras não estão em uso

Para armazenar 60 cadeiras é preciso uma parede de 30 metros.

Ideal para um espaço de exposição e palestras, cursos e debates!

 

Cadeira de balanço para monstrinhos

1 fevereiro, 2013 às 09:00  |  por Bruna Martins

Se você tem um monstrinho em casa, que tal dar para ele, uma cadeira de balanço?

Feita pelo designer Jason Goh, a cadeira Moyee,

uma cadeira de balanço em forma de monstro peludo, que provoca quem vê!

 

 

 

Marchetaria

3 janeiro, 2013 às 09:00  |  por Bruna Martins

Marchetaria é a arte ou técnica de ornamentar as superfícies planas de móveis, painéis, pisos e tetos através da aplicação de materiais diversos, tais como: madeira, metais, padrepérola, pedras, plásticos, tendo como principal suporte a madeira. (fonte wikipédia)

O uso desta arte já foi mais difundido em décadas passadas

Hoje este trabalho manual está cada vez mais difícil de ser encontrado

Os desenhos feitos nesta técnica são cada vez mais limpos de adornos, de adereços, são formas mais simples de flores, formas geométricas, formas de rosetas, etc.

As aplicações são feitas geralmente em peças pequenas, objetos, caixas, etc

Outras formas de criação com madeira também utilizam da mesma técnica da marchetaria, como a cópia de retratos em telas,

com diferentes lâminas de madeiras aplicadas

a aplicação em pisos também é muito usada hoje em dia, como na foto abaixo,

mas muitas vezes são feitos desenhos onde a madeira predomina o ambiente, mas o desenho é feito com granito, mármore, etc, que são mais fáceis de manusear

Série cadeiras renomadas

6 dezembro, 2012 às 09:00  |  por Bruna Martins

Um dos principais “xodós” para quem trabalha com arquitetura e Design, são as cadeiras!

Gostaria de registrar um pouco sobre este ítem tão charmoso. Como são muitos modelos, a idéia principal será mostrar as peças renomadas!

Peças que adquiriram seu valor seja pelo design, pelo conforto, pela escala de produção, e principalmente, por serem atemporais! Feitas em décadas passadas, ou recentemente, não entraram em decadência, e não entrarão jamais!

Começando por uma peça “escultural” cujo nome veio do seu autor e virou marca registrada!

Cadeira Thonet, modelo 14

Criada por Michael Thonet em 1830, as cadeiras Thonet, feitas com peças de madeira envergada eram desmontáveis, podendo ser produzidas em larga escala, uma ótima idéia em tempos de revolução industrial.

Ainda Hoje elas são ícones do design, aliando o charme da madeira com o conforto das linhas curvas

Cadeira Thonet (rocking chair) modelo 01

Cadeira Thonet (rocking chair) modelo 7500

 

 

o móvel da praia!

20 novembro, 2012 às 09:00  |  por Bruna Martins

Algumas idéias de mobiliário que embelezam a areia das praias!

As peças em madeira se encaixam muito bem, pelo material natural e pela durabilidade

Fibra sintética também é muito usada pela facilidade de limpeza, durabilidade e flexibilidade, se adequando à estruturas retas ou curvas

Móveis que tem estofados revestidos com tecido de algodão não esquentam

As peças com nylon também são duráveis, e possuem vários padrões de cor!

Peças revestidas em couro sintético como colchões de espuma, além de serem leves são aconchegantes!

E ainda cadeiras leves, que podem ser colocadas na água…

e flutuantes, para relaxar!

Poltronas: o colorido é com elas!

23 outubro, 2012 às 09:00  |  por Bruna Martins

As poltronas são as peças de mobiliário mais bacanas para usar um tecido colorido, estampado…

Um tecido mais chamativo, com cores mais fortes, desenhos marcantes e até dois tecidos combinantes na mesma peça

A forma da poltrona muitas vezes é um fator limitante para a escolha do tecido,

em poltronas com ar mais “vintage” o tecido colorido, tons neon e tons que aparentam ser “desbotados” deixam a poltrona mais original

Em poltronas com desenho clássico, os tecidos listrados e florais são mais convenientes

Mas quando a poltrona tem forma neutra, ou seja, um desenho sem características marcantes de um estilo específico, o tecido escolhido pode remeter mais ao estilo almejado,

por exemplo, um tecido floral pode dar um ar mais romântico à uma poltrona simples.

Cores vivas podem dar “jovialidade” à uma poltrona retrô

Já a alta customização pode deixar a poltrona chamativa até demais!

Mas, em certos ambientes esta é a intenção, como lojas, vitrines, casas noturnas…

Tecidos que remetem à peles de animais trazem mais “descontração” à peça!

A utilização de cortes e costuras como peças de roupas também deixa a peça com ar menos clássico