Publicidade
Copa do Brasil

Com três desfalques, Paraná Clube enfrenta o vice-campeão sergipano

O meia Alesson, do Paraná Clube, disputa lance com Felipe Melo, no Brasileirão 2018
O meia Alesson, do Paraná Clube, disputa lance com Felipe Melo, no Brasileirão 2018 (Foto: Geraldo Bubniak)

O Paraná Clube enfrenta o Itabaiana, nessa quarta-feira (dia 6) às 21h30 (de Brasília), em Aracaju (SE), pela primeira fase da Copa do Brasil. A fase é disputada em jogo único. Em caso de empate, a vaga fica com o time visitante, que é melhor colocado no ranking da CBF. Quem passar nesse duelo, pega na segunda fase o vencedor do confronto entre Londrina e Americano-RJ.

O jogo será em Aracaju, no estádio Batistão, com capacidade para 15 mil pessoas, porque o estádio do clube sergipano, em Itabaiana, a 60 km da capital, está interditado desde junho do ano passado, por falta de documentação. O preço dos ingressos varia de R$ 15 a R$ 50.

ESCALAÇÃO
O técnico Dado Cavalcanti não contará com o ponta Andrey. Ele foi expulso na última rodada do Campeonato Brasileiro de 2018 e terá que cumprir suspensão de um jogo agora, na Copa do Brasil 2019. Outras baixas são o atacante Rodrigo Carioca e o lateral/ponta Juninho, lesionados.

Sem os dois, o treinador pode lançar Keslley e Alesson nas pontas. Outras opções são Caio Rangel (ex-Juventude) e Jhemerson (ex-Vitória), que ainda não estrearam. A tendência é que os dois comecem no banco de reservas nessa quarta-feira e entrem durante o jogo.

COTA
Na Copa do Brasil, o Paraná vai receber R$ 525 mil por participar da primeira fase. Se passar pelo Itabaiana, ganha mais R$ 625 mil. Se estivesse na primeira divisão nacional, a cota do time paranaense seria maior: R$ 920 mil pela primeira fase e R$ 990 mil pela segunda. Caso estivesse entre os 15 primeiros colocados do ranking nacional da CBF, o valor seria de R$ 1,05 milhão pela primeira e R$ 1,25 milhão pela segunda fase. Hoje, o Paraná é o 26º desse ranking.

O ADVERSÁRIO
O Itabaiana foi o vice-campeão estadual em 2018. Perdeu a final para o Sergipe. Em 2019, está em segndo lugar no Sergipano, com duas vitórias, dois empates e nenhuma derrota. O técnico é Luiz Carlos Cruz, 54 anos, que já comandou Chapecoense, Bahia, Maringá, Pato Branco e Cascavel CR.

O clube sergipano já disputou dez edições da Copa do Brasil, mas nunca passou da primeira fase. Em 2018, foi eliminado pelo Joinville.

LUIZ OTÁVIO
O volante Luiz Otávio, 21 anos, alerta para o peso da decisão em jogo único. “A expectativa é de um jogo difícil, onde errar pouco vai ser essencial para nossa classificação. Esperamos colocar em prática o que o professor vem passando nos treinamentos para podermos avançar de fase nesse torneio que é importantíssimo para o clube. Agora é a hora de mudar a chave do estadual para a Copa do Brasil”, declarou o jogador. “Sabemos da responsabilidade que essa primeira fase oferece por ser um único jogo para buscar a classificação. Estamos focados e temos que entrar concentrados para fazer um grande jogo mesmo jogando no campo adversário. Temos 90 minutos para dar o nosso melhor e evitar cometer erros que possam nos comprometer.

ITABAIANA x PARANÁ
Itabaiana: Jerfesson; Joaninha, Pablo Franklin, João Pedro e Hugo; Gaúcho, Fabiano Weege, Branco e Louback; Lelê e Matheus Santana. Técnico: Luiz Carlos Cruz
Paraná: Thiago Rodrigues; Éder Sciola, Rodolfo, Fernando Timbó e Guilherme Santos; Luiz Otávio e Fernando Neto; Keslley, Higor Leite (Maicosuel) e Alesson (Caio Rangel); Jenison. Técnico: Dado Cavalcanti
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)
Local: Estádio Batistão, em Aracaju (SE), quarta-feira às 21h30 (de Brasília)

O ITABAIANA
Nome: Associação Olímpica de Itabaiana
Fundação:1938
Apelido: Tremendão da Serra
Cores: azul e vermelho
Sede: Itabaiana, a 60 km da capital Aracaju
Estádio: Etelvino Mendonça, em Itabaiana
Títulos: 10 estaduais e 1 Taça Nordeste (1971)
Estadual em 2018: vice-campeão
Série D em 2018: eliminado na 2ª fase
Copa do Brasil em 2018: eliminado na 1ª fase, pelo Joinville
Estadual em 2019: 2º colocado (2 v, 2 e, 0 d)

DESTAQUES DOS EDITORES