TV

Globo coloca no ar suas maiores apostas para os programas de auditório

Começa neste sábado e domingo uma nova era para os programas de auditório na TV Globo, fato que deve reverberar na concorrência. Após longo tempo mantendo as atrações em dias e horários fixos e sob a mesma guarda, a emissora coloca no ar suas maiores apostas neste segmento. O remelexo começa neste sábado, 4, com a estreia de Marcos Mion no comando do Caldeirão, horário que se manteve sob a regência de Luciano Huck por mais de 20 anos. E ele troca de dia também, passando para o domingo, a partir de amanhã, 5, e assume o posto que foi de Fausto Silva por 32 anos. Os dois chegam ao posto de destaque da Globo com a perspectiva de dar uma cara mais jovem, com um lado mais humano e diversão variada aos finais de semana.

Luciano Huck completou 50 anos, nesta sexta, 3, e seu presente já estava bem encomendado. Ele vai comemorar o aniversário da forma que gosta, no palco, e no comando de seu novo programa, o Domingão com Huck. A atração estreia sob seu comando neste domingo, 5, com a tarefa de ocupar um espaço que foi de Fausto Silva. Tarefa árdua, mas que o novo cinquentão do pedaço, marido de Angélica e pai de Joaquim, Benício e Eva, deve tirar de letra com a experiência que adquiriu em sua trajetória pela TV.

Ao se despedir na semana passada de seu antigo programa, Luciano, sentado no estúdio, disse adeus ao Caldeirão, afirmando que a vida é feita de ciclos: "E esse, que se abriu em 8 de abril de 2000 e se encerra agora, dia 28 de agosto de 2021, foi um ciclo maravilhoso. A gente coloca um ponto final com a sensação de missão cumprida e de muita felicidade".

Segundo Huck, foram 1.099 sábados dele à frente do Caldeirão. "Eu me transformei durante este tempo. Não estou triste, estou com a sensação bacana de missão cumprida, de ter construído uma marca que as pessoas respeitam, um espaço na TV que a gente tem crédito, que a gente leva a vida inteira para construir, minutos para perder", continuou o apresentador em seu discurso de despedida.

Destacou ainda que, naquele momento, estava encerrando esse ciclo de sua vida com o cenário vazio, com poucas pessoas ali presentes, mas com muitos conectados digitalmente. "Não estou sozinho aqui, é muito emblemático e estranho também", disse. "Você me deu o privilégio de entrar em sua casa, compartilhar a forma de ver o mundo, acreditar nas pessoas", acrescentou Huck, sem esquecer que iria assumir um posto que teve alguém que criou uma marca com sua forma de se colocar e de trabalhar. "Essa marca é um resultado brilhante do meu amigo Fausto Silva nos últimos 32 anos. O Fausto, para mim, sempre foi uma referência muito grande na televisão e poder passar a apresentar o Domingão é uma honra e um orgulho também. A estrada que ele asfaltou, eu posso seguir nela", mencionou Luciano Huck.

Nova fase

O Domingão com Huck terá o DNA de Luciano, que dará seu toque em atrações conhecidas, sob a direção artística de Hélio Vargas e direção geral de Clarissa Lopes. É o caso do Show dos Famosos, que traz a disputa entre os participantes para ver quem é o melhor na imitação de cantores (as). Os concorrentes já estão definidos e divididos em três grupos. No A, que abre a competição neste domingo, estão Fiuk, Gloria Groove e Margareth Menezes; Grupo B tem Thiago Arancam, Vitor Kley e Wanessa Camargo; e, no Grupo C, Diego Hypólito, Mariana Rios e Robson Nunes. O júri fixo é formado por Boninho e Preta Gil e, nesta estreia, Xuxa será a jurada convidada.

Mas Huck não deixou para trás uma promessa antiga, o de só terminar o quadro Quem Quer Ser um Milionário? quando alguém conseguisse ganhar o prêmio máximo. Assim, ele dá continuidade ao jogo de perguntas e respostas com o desejo de transformar a vida de alguma pessoa que responda às questões apresentadas. Neste primeiro domingo, o jornalista Wendell Soares, de Minas Gerais, vai encarar o desafio.

Há ainda a intenção de incluir no Domingão atrações de sucesso do Caldeirão, como Lata Velha, na qual um carro caindo aos pedaços é recuperado, e Visitando o Passado, com um convidado sendo transportado para algum momento marcante de sua vida.

Além disso, o apresentador trará reportagens especiais, que vão retratar histórias inspiradoras registradas pelos vários cantos do País. A primeira reportagem vai mostrar um senhor, Domingos, que trabalha como porteiro, mas também é cantor, e se considera o "rei do Brega" no interior da Paraíba.

No material de divulgação da emissora, Huck afirma que o "Domingão vai manter a vocação de emocionar e divertir as pessoas nas tardes de domingo. Eu valorizo muito a minha família, então também valorizo o momento em que as pessoas estão do outro lado da tela junto com as famílias delas. Por isso, teremos um programa alegre, divertido, bem-humorado, mas que não se furta de ser um espaço para contribuir com a construção de um futuro melhor".

Para ele, sua marca na nova atração pode ser notada já no nome escolhido. "Ser o Domingão com Huck e não ‘do Huck’ foi uma decisão pensada. Eu não queria que fosse um programa meu. É um programa nosso, um programa com o Luciano, com a Laura, com a Bárbara, com o João, com a Ana, com todo mundo. É um programa feito para que as pessoas se enxerguem nele."

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.