Inquérito policial

Polícia vai investigar acidente entre trem e micro-ônibus que deixou um morto e 5 feridos em Curitiba

(Foto: AEN)

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) abriu um inquérito policial para investigar o acidente ocorrido entre trem e micro-ônibus, ocorrido na madrugada desta terça-feira (20) no bairro Cajuru, em Curitiba. Uma pessoa morreu e cinco ficaram feridas na colisão.

O maquinista foi ouvido e disse que estava a 42 quilômetros por hora e, ao visualizar o veículo, emitiu o sinal sonoro da composição e fez todos os procedimentos necessários ao caso, de acordo com o delegado que cuida do caso, Edgar Santana.  Além do maquinista serão ouvidas ainda outras testemunhas e vítimas do acidente.

No  micro -ônibus havia 15 pessoas, que trabalham em uma empresa que fornece peças para as montadoras  de automóveis em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. A mulher que morreu era passageira do veículo. Segundo as informaçãoes do Corpo de Bombeiros, o condutor do micro- ônibus seguia pela Rua Osíris Del Corso quando foi atingindo pelo trem. Com o impacto da batida, ele ainda conseguiu controlar veículo por uns 30 metros e conseguiu desviar de algumas árvores, mas bateu em uma casa e em um poste. Os feridos foram encaminhados a hospitais locais. Destes, três ficaram internados e outros dois tiveram ferimentos leves. No momento do acidente, os moradores da casa atingida, assistiam televisão e, apesar do susto, ninguém se feriu no local.

Em nota, a Rumo, concessionária da ferrovia, disse que lamentou o ocorrido e disse que o motorista do micro-ônibus cruzou a ferrovia no momento em que o trem passava. "O maquinista acionou todos os procedimentos de segurança, mas não foi possível evitar a colisão", disse a Rumo em nota.

A empresa SMP Automotive, do grupo Motherson, fornecedora de peças para a Renault e para a Volkswagen, informou na tarde desta terça (20) que não há mais nenhum colaborador hospitalizado e todos seguem acompanhados pelo RH da empresa, em casa. "A empresa está em contato com a família da colaboradora que faleceu, oferecendo suporte emocional e todas as orientações necessárias", diz a nota, que lamentou o acidente.