ATUAÇÕES: Ribamar e Fabrício foram os piores do Atlético

08/11/17 às 23:26 - Atualizado às 12:09 Silvio Rauth Filho
Ribamar observa Pablo, do Corinthians, cabecear a bola (foto: Geraldo Bubniak)

Weverton (5,5)
Fez duas defesas. Nenhuma difícil. Poderia ter evitado o gol.

Jonathan (6,5)
Bem no apoio e na saída de bola. Seguro na marcação.

Paulo André (6,5)
Ganhou cinco bolas pelo alto e oito “por baixo”. Seguro na defesa.

Thiago Heleno (5,5)
Parou 16 ataques do adversário, mas poderia ter sido expulso no 1º tempo.

Fabrício (5,0)
Não foi bem na marcação. Um bom cruzamento.

Pavez (5,5)
Parou 4 ataques do adversário. Acertou 94% dos passes. Faltou participar mais.

Lucho González (6,0)
Quatro boas ações defensivas. Dois bons ataques. Faltou precisão em alguns lances.

Lucas Fernandes (6,5)
Infernizou o adversário com vários dribles. Apanhou e resistiu à violência do adversário.

Matheus Anjos (5,5)
Entrou aos 26-2º. Mostrou qualidade, mas faltou precisão ao definir.

Gedoz (6,5)
Uma bola na trave. Não produziu muito, mas mostrou técnica e visão.

Douglas Coutinho (sem nota)
Entrou aos 36-2º. Jogou pouco tempo.

Nikão (5,5)
Algumas boas jogadas ofensivas, mas perdeu um pênalti.

Pablo (sem nota)
Entrou aos 40-2º. Jogou pouco tempo. Sem nota.

Ribamar (5,0)
Três finalizações – nenhuma certa. Foi bem marcado.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop