Brasileirão

Athletico recebe o xará goiano e vê ‘impasse’ no meio-de-campo

Paulo Autuori, técnico do Athletico
Paulo Autuori, técnico do Athletico (Foto: Reprodução de vídeo)

O Athletico recebe o Atlético-GO neste domingo (14), às 18h15, na Arena da Baixada. A partida é válida pela 36ª rodada do Brasileirão. De olho em uma vaga na Libertadores, o time paranaense vê uma espécie de impasse para definir a equipe. Primeiro, porque há uma disputa mais acirrada por vagas. Segundo, porque o treinador usou formações diferentes nos últimos três jogos.

O impasse ocorre em grande parte porque o volante Richard e o meia Leo Cittadini podem voltar à equipe. Richard, que havia cumprido suspensão, deve tomar o lugar de Alvarado. Cittadini retornaria em lugar de Fernando Canesin. Contudo, este último teve uma grande atuação no empate em 3 a 3 contra o Corinthians – fez um gol e deu duas assistências — e tem boa chance de ser mantido na equipe, mesmo com a sombra de Cittadini. 

Nos treinos desta sexta-feira (12), o técnico Paulo Autuori não deu pistas do que fará na escalação. Contra o Corinthians, o time jogou no 4-2-3-1, com Canesin de meia-atacante pelo meio e Nikão pelo lado direito. Contra o Internacional, na rodada anterior, Autuori usou um formato diferente no setor ofensivo, sem centroavante e com Jadson, Canesin, Carlos Eduardo e Nikão se revezando entre a esquerda, o centro e a direita. Antes, o treinador vinha adotando o 4-2-3-1, com Nikão centralizado na linha de três, entre dois extremos (Canesin e Carlos Eduardo) e com Renato Kayzer como centroavante.

No Brasileirão, o Athletico tem 47 pontos e está em 10º lugar. Ainda se mantém na briga por uma vaga na Copa Libertadores de 2021. A chance disso acontecer é de 9,2%, segundo cálculo do site do curso de Matemática da Universidade federal de Minas Gerais (Mat.ufmg.br). O Brasileirão 2020 distribui seis vagas para a Libertadores 2021. No entanto, o G6 virou G8 porque o Palmeiras conquistou a Libertadores 2020 e porque a final da Copa do Brasil será entre Palmeiras e Grêmio – dois times que hoje estão dentro do G7.

Atlético-GO

O Atlético-GO está em 13º no Brasileirão, com 46 pontos, e também sonha com vaga na Libertadores. Para este domingo, o técnico Marcelo Cabo não poderá contar com o zagueiro João Victor, que evou o 3º cartão amarelo, e o meia Matheus Vargas, expulso contra o Santos. Já o lateral-esquerdo Nicolas fica fora por força contratual – seus direitos econômicos pertencem ao Athletico. Natanael (outro ex-Athletico) assume a lateral.

ATHLETICO x ATLÉTICO-GO

Athletico: Santos; Jonathan, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Richard e Cristian (Leo Cittadini); Nikão, Fernando Canesin e Carlos Eduardo; Renato Kayzer. Técnico: Paulo Autuori
Atlético-GO: Jean; Dudu, Oliveira, Éder e Natanael; Willian Maranhão, Marlon Freitas e Wellington Rato; Janderson, Zé Roberto e Danilo Gomes (Chico). Técnico: Marcelo Cabo
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Local: Arenada Baixada, domingo, às 18h15