Pandemia

Autoridades do Equador liberam jogo entre Flamengo e Barcelona em Guayaquil

Depois do imbróglio envolvendo o surto de covid-19 no elenco do Flamengo e o possível fechamento do estádio Monumental, de Guayaquil, que receberá o jogo do time rubro-negro contra o Barcelona pela Copa Libertadores, as autoridades nacionais do Equador deram aval para a realização da partida. O jogo está marcado para as 19h15 (horário de Brasília) desta terça-feira.

De acordo com a prefeitura de Guayaquil, o estádio não será impedido de receber o jogo. Agora, é aguardado o pronunciamento do Ministério da Saúde do Equador.

A delegação do Flamengo teve nove casos da doença nos últimos dias, situação que deixou em alerta as autoridades equatorianas. Maior cidade do país, Guayaquil teve um grave surto da doença meses atrás e tem monitorado com atenção a situação da pandemia.

Após o surto da doença no elenco do time brasileiro, a prefeita da cidade equatoriana, Cynthia Viteri, disse pelo Twitter que estava preocupada com a realização da partida. "Como é de conhecimento público que um grupo de jogadores do Flamengo testou positivo para o novo coronavírus, enviei uma equipe municipal, integrada pelas áreas saúde, riscos e esportes ao local onde estão alojados", disse.

Depois da ida de representantes ao hotel, o Flamengo chegou a recebeu a orientação para voltar ao Brasil. "O Flamengo não concorda em cancelar a partida, estamos aguardando o comunicado da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol). Porém, iremos cumprir a decisão das autoridades", afirmou o vice-presidente de futebol do clube, Marcos Braz. "O Flamengo respeita as decisões (de suspensão do jogo pelas autoridades) e agora vai para casa", completou. Depois, essa orientação foi mudada e o jogo foi mantido pela prefeitura.

Organizadora da competição, a Conmebol não se pronunciou. O encontro vale pela quarta rodada da fase de grupos. O Flamengo é o segundo da chave, com seis pontos, e o Barcelona é o último colocado, com nenhum ponto ganho. As duas equipes se enfrentaram no Maracanã, em março, com vitória do time carioca por 3 a 0.