Publicidade
Detenção

Casal é preso por envolvimento com tráfico de drogas

Casal foi detido no Umbar\u00e1, com 115 gramas de coca\u00edna e uma BMW Sport, al\u00e9m de mais de R$2,5 mil em dinheiro.
Casal foi detido no Umbar\u00e1, com 115 gramas de coca\u00edna e uma BMW Sport, al\u00e9m de mais de R$2,5 mil em dinheiro. (Foto: Polícia Civil do Paraná)

Um casal, de 24 e 30 anos, suspeito comercializar cocaína na região Sul da Capital, foi preso em flagrante, na tarde de terça-feira (08/05), na residência em que morava, no bairro Umbará. No local, os policiais apreenderam 115 gramas de cocaína e uma BMW Sport, avaliada em R$125 mil, além de mais de R$2,5 mil em dinheiro. A ação foi realizada pelo 13º Distrito Policial (DP).

Segundo informações policiais, a equipe chegou até o casal por meio de denúncias anônimas que relatavam que a dupla estaria vendendo droga sintética na região do Tatuquara e que, inclusive, havia transformado sua residência em ponto de uso e distribuição de drogas. 

Diante do fato, os policiais passaram a realizar diligências na região para observar a movimentação do local. “A equipe constatou que as denúncias tinham procedência e conseguiu efetuar a abordagem do casal em flagrante”, informou o delegado-titular no 13º DP, Gerson Machado. 

De acordo com o delegado, a mulher já possuí antecedentes criminais pelo crime de tráfico de drogas. “Ela já havia sido presa em 2008 e em 2012 por envolvimento com a comercialização de drogas, ambas as vezes na cidade de Colombo. Agora foi novamente autuada em flagrante”, ressalta Machado. 

Já seu parceiro não tinha antecedente por tráfico, porém confessou para a polícia que já estava praticando o crime há algum tempo. “Ele relatou que comprava de um fornecedor e na sequência confeccionava buchas de cocaína e vendia por R$20 cada”, contou o delegado. 

No momento do flagrante haviam outras duas pessoas na residência do casal, ambas foram conduzidas à unidade e assinaram um Termo Circunstanciado (T.C) por uso de entorpecente. “Alegaram que já compravam cocaína dos suspeitos há alguns meses”, disse Machado. 

As investigações continuam, com o objetivo de identificar a pessoa que fornecia cocaína para o casal revender, bem como demais envolvidos com o crime. “Deixo meu alerto para que as pessoas continuem realizando denúncias, mesmo que de forma anônima, pois isso contribuí de forma positiva com o trabalho da polícia. As denúncias podem ser realizadas diretamente no telefone da delegacia, através do (41) 3396-1471, ou pelo 197, o Disque Denúncia da Polícia Civil”, finaliza.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES