Publicidade
Série B

Jogador do Coritiba lamenta trocas no time e defende repetição dos titulares

Uillian Correia
Uillian Correia (Foto: Divulgação/Coritiba)

O volante Uillian Correia, 28 anos, fugiu do padrão politicamente correto — aquele normalmente adotado pelos jogadores nas entrevistas — e deu sua opinião sobre as constantes trocas nas escalaçõs do Coritiba na Série B. Para ele, as mudanças prejudicam o entrosamente e afetam a confiança dos atletas. Em 27 jogos na competição, o clube usou 36 jogadores diferentes.

“Claro que dificulta. Quando vai mexendo muito na equipe não vai tendo entrosamento”, declarou, em entrevista coletiva, nessa quarta-feira (19). No último jogo, contra o Londrina, o técnico Tcheco começou a partida com nove alterações no time titular. Com a derrota, Tcheco voltou ao cargo de auxiliar e o clube contratou Argel Fucks para comandar a equipe nas 11 rodadas finais.

“O Argel falou com a gente que vai querer manter os 11 para dar um padrão para a equipe”, contou Uillian Correia. “Treinadores gostam de sempre manter os 11. Ou sempre manter uma base”, completou.

O volante não direcionou suas críticas a Tcheco e disse respeitar as decisões dos treinadores. “É complicado. Quando perde, o jogador não sabe se vai entar em campo. As mudanças (na escalação) às vezes geram insegurança. Eu acho que quanto menos mexer, melhor. O jogador se sente mais confiante, mais tranquilo. Em todo clube tem os titulares e os reservas. Por que aqui não vai ter?”, indagou. “Mas isso é cabeça de treinador e a gente tem que respeitar sempre”, completou. “Sou profissional não posso querer perguntar pro treinador porque fiquei de fora”, argumentou.

Durante a coletiva, Uillian foi perguntado sobre Tcheco. “Baita profissional. Foi um grande jogador. Tem nos ajudado e vai nos ajudar até o final do ano”, declarou.

Uillian Correia treinou como titular desde a chegada de Argel Fucks e provavelmente será titular contra o CRB, nesta sexta-feira, em Maceió. A tendência é que o técnico utilize o esquema tático 4-3-1-2, com Yan Sasse como meia ofensiva. Uillian Correia (direita) e Julio Rusch (esquerda) terão mais liberdade ofensiva. Escobar fica como volante centralizado e mais defensivo. No ataque, Alecsandro e Guilherme Parede.

Clique aqui para saber mais sobre a provável escalação do Coritiba.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES